28/02/20
32º/19ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Em Jacareznho

MP pede cassação de conselheira por comprar votos com carne e refrigerante

O MP-PR (Ministério Público do Paraná) entrou com uma ação na Justiça impedindo a posse da conselheira tutelar eleita em Jacarezinho (Norte Pioneiro), Bruna Gomes da Silva, por supostas irregularidades durante o processo eleitoral. O MP-PR sustenta que a conselheira comprou votos em troca de carne e refrigerante e também realizou o transporte de eleitores no dia da votação.

Pixabay
Pixabay


Em nota emitida no site da instituição, a Promotoria alega que, "a candidata, com a ajuda de seu namorado, ora vereador e presidente da câmara deste Município [...], solicitou apoio de amigos no transporte de eleitores para o local de votação, além de infringir as recomendações constantes no edital do concurso quanto à campanha eleitoral”. Além do namorado, a ré recebeu apoio de outro vereador da cidade na "campanha”. A situação, segundo o MP, foi confirmada pela candidata.

Como sustenta na ação, "o cargo de conselho tutelar não tem fim político, sendo um processo de escolha individualizado, sem vinculação a partidos políticos. O uso da máquina pública para campanha fez com que a candidata incorresse em abuso de poder político, colocando em xeque sua idoneidade moral.”

A liminar que impede a posse foi deferida no dia 12 de dezembro pelo juízo da Vara da Infância e Juventude de Jacarezinho. As eleições para o Conselho Tutelar foram realizadas em 6 de outubro.
Redação Bonde
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
comentários
Continue lendo
Maringá e Marialva

PRF intercepta dois veículos com contrabando no Norte do PR

Concurso 2.237

Confira os números da Mega-Sena de R$ 200 milhões

Operação Carnaval 2020

Mortes nas rodovias brasileiras no carnaval aumentaram 8%

Veja mais e a capa do canal